iStock
Rede social planeja expansão no comércio eletrônico e pagamentos globais

Facebook divulgou hoje (18) planos de lançar uma criptomoeda chamada Libra, seu mais recente esforço de uma expansão para ir além das redes sociais na direção do comércio eletrônico e de pagamentos globais.

A rede social se uniu a 28 sócios de uma entidade sediada em Genebra chamada Libra Association, que administrará sua nova moeda digital a ser lançada no primeiro semestre de 2020, de acordo com materiais de marketing e entrevistas com executivos.

O Facebook também criou uma subsidiária chamada Calibra, que oferecerá carteiras digitais para salvar, enviar e gastar libras. O Calibra será conectado às plataformas de mensagens do Facebook Messenger e WhatsApp, que já possuem mais de 1 bilhão de usuários.

A empresa de Menlo Park, na Califórnia, tem grandes aspirações para a libra, mas preocupações com a privacidade do consumidor ou barreiras regulatórias podem apresentar obstáculos significativos.

O Facebook espera que ela não apenas potencialize as transações entre consumidores e empresas em todo o mundo, mas que ofereça serviços financeiros às pessoas que não possuem acesso a banco.

Não está claro como parlamentares ou reguladores reagirão ao Facebook tomando iniciativa em direção a serviços financeiros por meio do mundo altamente desregulado das criptomoedas.

O Facebook contatou reguladores nos Estados Unidos e no exterior para falar sobre a futura criptomoeda, disseram executivos da empresa. Eles não especificaram quais reguladores ou se a empresa solicitou licenças financeiras em qualquer lugar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui